ARQUITETURA

Sugestão para o prefeito de São Paulo

Continuando o post sobre a cabeça de bacalhau, um dos motivos da Painera (sim, esta, com maiúscula) ter sido assassinada é, claro, foi o trânsito. Foi liquefazer o fluxo de veículos insano que junta, soma, num único cruzamento, todo o movimento da Raposo Tavares, que vem do oeste, com a Régis/116, que vem do sul.

Para se ver como ela era importante! Uma única paineira centenária, velhinha, onde provavelmente Raposo Tavares e outros fizeram xixi, assim como seus cavalos, conseguia bloquear todo o trânsito de pessoas e riquezas vindas do oeste e do sul para a capital bandeirante. Simbólico isso…Claro, matar a árvore foi bem mais simples, para não acabar com os indescritíveis congestionamentos, do que terminar a chegada da Raposo ou fazer novas travessias, em especial a travessia da Frederico Hermann Jr.

E, claro, muitíssimo mais barato que fazer/terminar o rodoanel, que aliás demorou tanto que o remédio veio já vencido e virou veneno. (N.R. e NÃO está pronto até hoje…)

Afinal, se era para continuar com o congestionamento, como continuou, arrancar a árvore bastaria…Mas, já que falei de travessia (canta Travessia!!!) faça justiça, foi feita a passagem da Waldemar para o Jockey e a Bernardo Goldfarb, o viaduto quase tão alto quanto o edifício Itália, com rampas nos limites quase externos da norma… .-)

É um caso interessante da escola rodoviarista paulistana. Se fez um mergulhão, num lugar com muita água, e um viaduto altíssimo num cruzamento em que havia quatro faróis e depois desta enorme obra viária se conseguiu …. diminuir UM farol!!! Aliás, promovido a semáforo quando passou para a reserva.

Dizem que ele, na verdade, morreu de desgosto depois do assassinato da Paineira, por quem era apaixonado

.Continuando na saga do entroncamento, diz a lenda que a altura inexplicável da Bernardo Goldfarb não é apenas um capricho estrutural ou tecnológico (viaduto feito com técnica belíssima de formas deslizantes auto estruturadas, coisa finíssima), nem mesmo um desejo de deixar a obra um pouquinho mais cara (maledicência brava!!)…Dia a lenda, e si non è vero, bene trovato, que o cume, o cimo do viaduto tem aquela altura porque seu projeto original era ligar o Largo de Pinheiros diretamente à Sapetuba, na Praça Plínio Croce, em frente ao Banespa do Ruy Othake (lindo projeto, recentemente ‘ampliado’ de forma bem mais respitosa que a loja da Forma).Continua a lenda que aí não se sabe se foi por ter acabado o dinheiro ou porque algum estagiário avisou que se colocassem todo aquele fluxo de veículos e ônibus diretamente na rua Butantã possivelmente o estrago seria bem, mas bem maior! Então a prefeita smj a Erundina (posso estar redondamente enganado), ordenou que o viaduto ‘descesse mais rapidamente.

Vale lembrar que o viaduto por cima e o tunelzinho por baixo eliminariam os faróis. Só que entupiriam o trânsito mais adiante.Bem, ficou longo.

Vou parar por aqui não se antes lembrar que este complexo Paineira Morta estava ligado ao túnel sob o Ibirapuera e ao futuro corredor Rebouças, que no governo Marta resolveram fazer o túnel ao contrário (na Eusébio, estreita, e não na Faria Lima, largona…)Mas, aí é outra conversa… apesar de ser a mesma. Prefeito, fica a dica.

Faz uma festa, vai lá e planta uma paineira… de preferência compre uma no Ceasa que esteja crescidinha. Aliás, a quantas anda o Manequinho Lopes?

Bom dia!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s