CURIOSIDADES

Cidades brasileiras que permitem um mergulho em outras culturas

Ao longo da história brasileira, houve algumas ondas de imigração europeia que deixaram nosso País ainda mais diverso culturalmente. Algumas cidades ainda guardam a arquitetura, gastronomia, modo de vida e até mesmo o idioma de seus colonizadores. Em tempos de estagnação econômica e euro alto, conhecer cultura do velho continente sem sair do Brasil é uma boa ideia.
A dica é pesquisar voos promocionais disponíveis o ano inteiro e optar por hospedagens mais acessíveis para economizar e poder se esbaldar nos restaurantes e passeios. Confira quatro destinos brasileiros considerados verdadeiros portais para a Europa.

Pomerode (SC)

A cidade mais alemã do Brasil fica na região do Vale do Itajaí, próxima a Blumenau. Com 58 metros de altitude, a temperatura média anual é de 20°C. É um município pequeno, com cerca de 30 mil habitantes, que reserva aos visitantes uma viagem à Alemanha do século XIX.

O nome Pomerode deve-se à imigração procedente da região da Pomerânia. As tradições de festas típicas, danças e vestuário dos antepassados também são resguardados. A Osterfest (festa da Páscoa) é o evento mais popular do município e a ocasião perfeita opara conhecer a Osterbaum, a maior árvore de páscoa do mundo.

A cultura resistiu ao tempo e muitos moradores ainda falam o pomerano. A arquitetura é caracterizada pelas casinhas em estilo enxaimel e a cidade possui 11 imóveis tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). O passeio mais famoso é a Rota do Enxaimel, no qual é possível admirar o charme e a beleza das cerca de 200 casas que guardam o estilo arquitetônico do país.

Uma visita ao museu pomerano surpreende pela variedade de objetos originais, como peças de vestuário, móveis, utensílios, documentos, carroças e charretes. Para conhecer o modo de vida rural do passado, a dica é a Casa do Imigrante, que possui um lindo jardim e exposição de açude, roda d’água e moenda de cana-de-açúcar.

Bento Gonçalves (RS)

A capital brasileira do vinho fica na Serra Gaúcha, a 120 km de Porto Alegre, e é uma área de imigração italiana. Além de desfrutar a maravilhosa gastronomia em cantinas típicas e os vinhos excepcionais de vinhedos da região, os visitantes se encantam com as paisagens de montanhas, vales, cânions e cascatas.

O passeio de Maria Fumaça, no qual se percorre 23 Km em duas horas, é uma delícia. O trajeto oferece degustação de vinhos e espumantes em cenários incríveis. O Caminho de Pedra, considerado patrimônio histórico, possui rota de 12 Km. O passeio leva o visitante a uma viagem no tempo para conhecer costumes da cultura italiana e a arquitetura original de lindos casarões.

O ponto alto da viagem para as crianças é o Parque Casa da Ovelha, uma típica fazenda de ovinos com um belo e divertido parque infantil. O melhor local para degustar o típico chimarrão gaúcho é a Casa da Erva Mate, que funciona em uma construção de 1884. Não faltam opções de restaurantes típicos e lojas para comprar souvenires e artesanato local. A charmosa Casa do Tomate oferece uma variedade incrível de produtos feitos com a fruta, como molhos, geleias, bebidas, cremes e até doces e balas.

Prudentopólis (PR)

Entre Ponta Grossa e Guarapuava, a pouco mais de 200 Km da capital Curitiba, essa cidadezinha é perfeita para quem conhecer a cultura da Ucrânia sem sair do Brasil. Com cerca de 70% de moradores descendentes deste país, o município é a maior colônia de ucranianos do mundo.

O turista pode conhecer as tradições e a história da Ucrânia tanto nas ruas como nos museus do Milênio e das Irmãs Sevas da Imaculada, além das lindas igrejas de estilo bizantino. A de São Josafat, localizada no centro, é tombada como Patrimônio Artístico e Cultural do Paraná.

Como souvenir, o turista não pode deixar de levar para casa pelo menos um Pêssanka (também conhecido como Pysanka), que são lindos ovos coloridos a mão da cultura ucraniana. O presente simboliza vida, saúde e prosperidade.
Um motivo a mais para conhecer esse pedacinho da Europa Oriental no Brasil são as belíssimas cachoeiras gigantes da região, muitas delas com mais de 100 metros de altura.

Holambra (SP)

A famosa cidade brasileira das flores é a mais holandesa do País. Localizada na região de Campinas e construída por imigrantes refugiados da Segunda Guerra Mundial, o município também possui arquitetura e gastronomia típicas para o turista que quer se sentir na Europa.

A cidade é referência mundial no setor de floricultura. Setembro é o mês ideal para os amantes das flores, pois é quando acontece a maior exposição de espécies da América Latina, a Explofora. O ponto alto do evento é a chuva de pétalas, que despeja milhares de rosas no ar.

Um passeio turístico típico é subir no Moinho dos Povos Unidos, que possui 38 metros de altura. O local oferece uma deslumbrante vista da cidade. Para os amantes das artes, o Parque Van Gogh, recém-inaugurado, fica na charmosa Orla dos Chalés, tem réplicas de quadros do famoso pintor, exposições de arte e eventos culturais.

Categorias:CURIOSIDADES

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s