ESPIRITUALIDADE

AMAR É FAZER-SE VULNERAVEL

“Amar é fazer-se vulnerável. Ame qualquer coisa e seu coração será retorcido e, possivelmente, quebrado. Se você deseja assegurar-se de mantê-lo intacto, não deve dá-lo a ninguém, nem mesmo a um animal.

Com cuidado, envolva-o com hobbies e pequenos luxos; evite todos os envolvimentos. Trancafie-o bem seguro no caixão do seu egoísmo. Porém, neste caixão, seguro, escuro, imóvel, sufocado, ele há de mudar. Não será quebrado; tornar-se-á inquebrável, impenetrável, irremissível. Amar é fazer-se vulnerável.”

– CS Lewis em Os Quatro Amores

Categorias:ESPIRITUALIDADE, TEXTOS

Marcado como:,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s